Rita Braga

Para entrar no universo de Rita Braga, imaginem-se num local que se assemelha a um circo americano do século passado onde, depois de se dirigirem ao interior de uma tenda, se deparam com uma casa de espelhos.

Cada um desses reflexos exibe uma faceta de Time Warp Blues, o terceiro disco da cantora e multi-instrumentista Rita Braga: a naïve art de Space Lady; os bizarros sons de Bruce Haack; o minimalismo de Young Marble Giants; a cinematografia de Eraserhead e toda uma espiral de fantasmas e viagens no tempo.

O que têm todos estes reflexos em comum? O peculiar uso do ukulele por Rita Braga, acompanhada de teclados e caixas de ritmos vintage e banjolele.

Time Warp Blues, co-produzido por Andrea Rocca em Londreséo primeira longa duração em vinil de Rita Braga, que escreve e interpreta canções em inglês, português, finlandês e japonês.

Nada destas diferentes latitudes lhe é desconhecido, pois ao longo da última década realizou numerosos concertos por toda a Europa e também nos EUA, Brasil, Austrália e Japão. O disco anterior Bird on the Moon (Lunadélia Records, 2018/Moorworks, Japão 2019) deu entrada no “Top 15 de discos com ukulele” na revista Wire.

Reservas: 265 236 168 • rececao.casacultura@mun-setubal.pt

Lotação máxima de 24 lugares sentados

Créditos fotografia: Sara Rafael

Dentro de Casa Seguinte

Dentro de Casa Anterior

© 2021 Casa da Cultura, Setúbal