Kimi Djabaté

Kimi é considerado uma das ligações contemporâneas à preciosa herança da música tradicional griot, que emerge com seus ancestrais na região Ocidental de África.
Nasceu no seio duma família pobre, mas com grande sabedoria musical. Aos três anos o balafon (xilofone africano) era o seu brinquedo, aos oito Kimi tornou-se fonte de rendimento para a família de pais griot, tocando em casamentos e baptizados, e aos dez já estudava fora na aldeia vizinha, Sonako. Interessou-se cedo também por outros estilos musicais como a dança local gumbé, o afrobeat Nigeriano, a morna de Cabo Verde e o jazz e o blues americano.
Como três discos na bagagem – Teriké (2005), Karam (2009) e Kanamalu (2016) -, com excelentes críticas da imprensa internacional (Billboard, Financial Times, Boston Globe, entre muitos outros) e com excelentes resultados nas tabelas como a World Music Charts Europe, Kimi prepara agora o seu próximo disco de originais.

Reservas: 265 236 168
casacultura@mun-setubal.pt
*Lotação max. de 24 lugares sentados
*A reserva é válida até à meia-hora anterior ao início do espetáculo, pelo que o respetivo bilhete deverá ser adquirido na receção da Casa da Cultura dentro desse período.

Dentro de Casa Seguinte

Dentro de Casa Anterior

© 2021 Casa da Cultura, Setúbal