Café das Artes

 

CAFÉ DAS ARTES

 

 

Quando sonhámos o Café das Artes, sonhámo-lo como um largo de aldeia, onde as pessoas se encontram, convivem, onde se discute, se ri, onde se sonha e se cria.
Aqui se lançaram livros, se expuseram traços de arte, aqui se ouviram ambientes musicais escolhidos por diferentes amantes de música, aqui se debateu a vida e o futuro, aqui se construiu uma árvore de Natal com o que cada um trouxe… livros.
Aqui se cantou em coro. Aqui se pensou e sonhou, aqui se fez…
Ao longo destes curtos meses, o Café das Artes tem sido o Largo da Casa da Cultura, onde tem acontecido e se tem feito acontecer.
Entre um chá de comércio justo, um bolo caseiro, um tinto de referência ou um vinho quente, aqui se entra com um sorriso e se sai com um brilho nos olhos… e diz-se até amanhã!